Trabalhar na Holanda / Trabalhar em Amesterdão / Como fazer?

O meu blog é sobre a minha vida, é o meu diário de bordo onde escrevo tudo o que me passa pela cabeça. Em Abril de 2008 vim parar à Holanda por um acaso do destino, vim com e pela minha empresa e vou ficando.
Não sou nenhuma expert em dizer-vos como arranjar trabalho na Holanda caso queiram emigrar, mas deixo-vos algumas dicas e alguns links.

Para início de conversa a área de onde vêm e aquilo em que querem trabalhar (seja ela a mesma área ou outra) influencia muito a vossa capacidade de conseguirem um emprego em terras Holandesas.

Às vezes é preciso muita perseverança, mas acima de tudo é preciso muita força de vontade para fazer as coisas resultarem. Um pouco de sorte também ajuda muito boas almas.
Emigrar não é fácil, entendam que vão deixar os vossos amigos pra trás, não falemos da família, e até o cão e o gato que tinham.
Em suma, há que ter vontade de agarrar uma vida que vai girar 180 graus e que há-de haver momentos em que apetece mandar tudo pro maneta e outros momentos em que compreendem que foi o melhor que já vos aconteceu.

A Holanda tem para vos oferecer uma qualidade de vida fabulosa, trabalho das 9 às 17, salários compensadores, um custo de vida elevado, um clima horroroso em que faz frio e chove dia sim dia também e em que todos os rasgos de sol contam. A comida não presta em geral, mentalizem-se que aqui se começa muitas vezes a trabalhar às 8 e acaba às 4 ou 5 e a vossa hora de almoço dura meia hora no máximo e a comida da cantina se limita a sandes de queijo, sopas instantâneas, um copo de leite e pouco mais.
O idioma é intragável, não é nada fácil de aprender, é uma língua dura, àspera, pouco compensadora já que se fala em apenas dois países havendo variações nas antigas colónias, mas mesmo assim, é um investimento que vos compensa caso pretendam 1) integrar-se, 2) serem mais bem tratados no emprego 3) terem mais oportunidades de emprego.
Apesar de tudo isto, vale a pena.

Se são da área de Letras, esqueçam. A não ser que venham trabalhar em traduções ou que venham fazer um doutoramento já negociado, não vale a pena. Há países melhores que a Holanda para a vossa área.

Se são da área de IT, profissionais com mais de 5 anos de experiência têm toda a vantagem em vir pra Holanda onde podem crescer profissionalmente e ganhar uns cobres. Se são de IT e têm os ditos anos de experiência, menos de 50K por ano estão a ser roubados.

Se vêm das áreas de ciências, informem-se muito bem sobre os Doutoramentos e consigam-nos antes de virem pra cá, se possível.

Se forem de outras áreas dedicadas ao Teatro, ao Cinema, às artes em geral, aprendam Holandês em Portugal e depois venham. Esperam-vos 3 empregos em part-time até finalmente conseguirem alguma coisa que vos agrade. Vão continuar a contar tostões já que singrar nesta área é complicado em qualquer País e a Holanda não é excepção. Os call centers esperam por vocês.

Se são advogados ou juízes, procurem concorrer aos organismos Europeus como o Eurojustice ou a uma empresa do estilo Delloite, Accenture, etecetera. Sem essa bolsa/emprego na mão, sem concorrem antes e serem aceites, deixem-se estar.

Se eram os melhores alunos do vosso curso de engenharia (na sua maioria), se falam francês, inglês E alemão, concorram para o Instituto Europeu das Patentes conhecido por EPO : European Patent Office. É difícil entrar e é difícil de lá sair já que as oportunidades são escassas. Mas ganha-se bem e é uma gaiola dourada interessante. Se for o caso, tenham bem presente que muito possivelmente vos esperam 20 ou 30 anos de Den Haag na Holanda ou na melhor as hipóteses podem mudar para Munique na Alemanha.

Posto isto deixo-vos alguns links que podem ser interessantes:

http://istonaoeodajoana.blogspot.com/2008/09/comear-em-amsterdo-holanda.html

http://vidaemamesterdao.blogspot.com/2007/12/estranhamente.html

http://myn-netherlanding.blogspot.com/

São dos links onde vos explicam os trâmites necessários para trabalharem na Holanda e vos dão dicas concretas sobre impostos, nível de vida, custo das casas, cursos de Holandês, seguros de saúde, enfim, dicas para saberem por onde começar uma vez cá estando

Se procuram emprego na Holanda, o melhor site é o Monsterboard: http://www.monsterboard.nl/

Se querem vir como freelancers, coloquem os vossos CVs num site de consultores e tentem a vossa sorte:

www.jobserve.com

www.idpp.com

www.cwjobs.co.uk

Há voos com a TAP e a Transavia por preços muito razoáveis

Espero ter-vos ajudado a todos e que sejam bafejados pela sorte. Eu sei que as coisas não estão fáceis em Portugal, mas lembrem-se que há uma Europa e EUA em crise. Atinge e bate a todos.

Por último, se em alguma entrevista vos disserem que não porque não falam Holandês, expliquem ao vosso empregador que estão dispostos a aprender. Se há coisa que há na Holanda é oportunidades e cada um constrói a sua. Aqui uma secretária não o é uma vida inteira, as probabilidades de construirem uma carreira são bem superiores às que temos em Portugal.

Lembrem-se que quem não arrisca não petisca, mas lembrem-se também que não vai ser um mar de rosas todos os dias.
Encham-se de coragem, meia bola e força, e siga a marinha!

PS: Todos os que cá vivem e que queiram deixar dicas para futuros marinheiros, a caixa de comentários é toda vossa.

51 comments:

  1. Isto é mais que Netherlands 101, muito bom 😉 De momento, vou como bolseira, mas depois, quem sabe (ainda não sei como vai ser a minha vida daqui a 2 anos). Acho que vou guardar este post para informação futura 😛 Beijinhos!

  2. Jibóia, faz favor de trazer MINIS!

    Agnes, espero que haja mais gente a dar as suas dicas tal como Jibóia. Assim posso remeter muito boa gente pra este post 😉 Boa sorte, usa os links que sao mto úteis.

  3. Nao concordo com isto: "Se são de IT e têm os ditos anos de experiência, menos de 50K por ano estão a ser roubados."

    O mercado quebrou muito nos ultimos 2 ou 3 anos. Ha freelancers a ganharem metade do que ganhavam e as empresas tambem baixaram os salarios. A maioria das ofertas sao para 3.500 ou 4.000 euros brutos/mes, o que fica abaixo dos 50k/ano.

    Isto na minha area, tecnologias Microsoft (.NET). Talvez noutras seja diferente.

    De qualquer forma, bom post de servico publico 😉

  4. O 30% rulling agora só é aplicável acima de 50K e por 8 anos. De qq modo está nos links da Joana e da Tuxa 🙂

    Relativamente aos valores de freelancers: chegaram a rondar os 100 euros por hora e agora andam nos 50 euros por hora, se forem pessoas mto novinhas e com pouca experiência oferecem-lhe 40 a 50 K no máximo. Se fores mais velho que isso, vires pra cá por menos de 50 euros por hora não compensa. Acho eu! Na MINHA opiniao, pra malta de IT que tem emprego em PT, vir pra Holanda por menos de 50Ks é tótó pq mais lhes vale ou ficar lá ou ir pra França ou pro Dubai ou pra outras paragens. É nessa base de comparação que falo em "roubados".

    Se quiseres deixar links que aches que são válidos para procurarem emprego, agradecem com certeza, ou até o link da 30% rulling 🙂

    Já agora, o mercado na Holanda pra Microsoft.net é lixado pq há imensos holandeses com certificações microsoft e com mtooos anos de experiencia pq mtos deles nao vao pra universidade e comecaram a trabalhar praticamente assim q tiveram dentes 🙂 Recomendo à malta que aprenda umas coisas de VMware e linux… 😉

  5. FYI, os impostos para 2012 sobre o salário:
    < 18.945 (income) = tax 15.1%
    Between 18.945 and 33.485 income = tax 24,05%
    Between 33.485 and 55.694 income = tax 42%
    > 55.694 income = tax 52%

    As % são aplicadas em fatias do ordenado. Se for 60k eur bruto total, os 18.945eur são taxados a 15.1%, depois até 33.485eur sofrem 24.05%… etc até chegar aos 60k eur

  6. Entendi o "roubados" de outra forma, pensava que querias dizer que menos de 50k era abaixo do salario normal na Holanda. Pelo menos em .NET isto nao se aplica.

    Nao tinha essa ideia do mercado de .NET na Holanda, continuo a ver muita procura, so que com requisitos maiores (5+ anos de experiencia, falar Holandes, conhecimento de produtos como SharePoint, Biztalk, …).

    Como dizes, pode-se ganhar bem mais noutros paises, mas o salario nao e' tudo e a qualidade de vida que temos por ca nao e' facil de encontrar. Eu era incapaz de ir para a loucura de Londres, para a pasmaceira Suica, Franca tambem nao me parece.

  7. Skip it, de nada. Eu prefiro fazer um post destes em que toda a gente contribui, como a JoanaM, do que estar a disponibilizar o meu email pessoal. É que senão não fazia mais nada da minha vida, e se ao menos me pagassem pra tal… 😀 Espero que tenhas encontrado respostas no post e usa os links que dei, têm imensa informação adicional e importante.

    Gustavo, 50 Ks na Holanda é bem bom, principalmente com 30% rulling, nao é abaixo do salário normal. Mas se vais mudar de País, que seja por algo que valha a pena, certo?

    Os preços consultor/hora desceram muito, pese embora a procura. Os Holandeses tb tiveram que descer as calcinhas e passar a ser mais variados em especializações. Antigamente aqui tinhas UM gajo pra Biztalk, OUTRO pra Sharepoint e OUTRO só pra OS.

    Eu acho que a Holanda é dos Países mais sólidos e agradáveis pra se trabalhar na Europa. A Alemanha tb é bom, mas tens o senão de teres que aprender alemão enqto aqui, por enqto…, ainda nos safamos com o inglês. Eu estive na Suiça e na França em Setembro e tb achei o mesmo que tu. Mas há quem goste, não é? Se fosse Suiça Italiana eu pessoalmente, não me importava :))

  8. Então e quanto à possibilidade de criarmos o nosso próprio negócio?
    Muitos de nós vão ter que começar a pensar nessa possibilidade porque se viermos a pensar em trabalhar para os outros a vida inteira estaremos sempre condicionados a uma série de coisas. Para muitos de nós é a única forma de pôrmos as nossas competências a uso e fazermos o que realmente gostamos. Pensar, o que é que sabemos e gostamos de fazer? E pensar se haveria procura. É como o Vítor da Recycled Bycicles – ele sabia fazer bicicletas e repará-las e abriu uma loja/oficina. Parece-me que a Holanda é um sítio bastante mais simpático relativamente à iniciativa privada.

    E mesmo que se acumulem part-times no início, e mesmo que não se ganhe muito. Rome wasn't built in a day: o que interessa é perseverar e continuar a trabalhar para que os nossos grandes objectivos aconteçam. Não se paga por ir correr para o parque nem para passear à beira dos canais, nem para conhecer gente interessante de nacionalidades diferentes, nem se paga mais por cozinhar um bom jantar em casa para amigos novos. E isso tudo já são ganhos (mas claro, para alguém que venha mesmo motivado para viver num país diferente) 😉

  9. AnaLu, acho muito benm que o faças, mas leva tempo porque precisas de um fundo de maneio. Tenho amigos da tua área que o fizeram e estão muito satisfeitos. Tudo o que tu disseste é verdade 🙂 Continua cheia de pica que gosto de ver!

    Ó anónimo amigo, tu livra-te de que eu te ouça a chorar pitangas que eu é que sei viver e que tenho uma sorte do caraças e tal e coisa. Livra-te!! 😉

  10. Se são da agricultura aqui vai: http://www.agriholland.nl. Aqui encontram uma secção que se chama "vacatures". Trabalho. aqui não só têm uma noção da oferta no mercado de trabalho (imensa) como têm uma secção "internacional". têm também muitos links de empresas recrutadoras especializadas na área. Vale a pena se se mentalizarem que:

    – Agricultores, apesar de falarem inglês, pretendem falar em holandês. (portanto procurem empresas internacionais ou na área de projectos, uma vez que a lingua nativa pode ser um plus). ou aprendam holandês.

    – Que podem penar, e bem, até encontrarem algo na área.

    – Da minha parte demorei 2 anos, mas acabei por encontrar não só trabalho na área como também na cultura que pretendo seguir profissionalmente. Nem sempre foi um mar de rosas, mas não me arreprendo de nada, e fui e sou feliz (creio que será o que toda a gente procura)

    Do texto, só acrescentaria o facto de criarem aqui laços de amizade num ambiente altamente interancional extremamente fortes, o que para o equilíbrio, para mim, é essencial.

    Outras áreas de trabalho:

    http://www.expatjobs.eu/index.aspx

    Boa sorte, beijinhos e abraços.

    Daniel

  11. Olá,

    Gostava de saber como são pagos os impostos, isto é, é retida a totalidade com o salário mensal? é retida apenas uma parte? como posso saber quais as retenções?

    Relativamente a casa qual a melhor forma de procurar casa e os melhores locais para arrendar?

    Obrigado

  12. Olá Francisco, podes encontrar a tua resposta se seguires os links que deixei no post para outros 3 blogs.
    O imposto é retido mensalmente na totalidade.
    Casa e os melhores locais pra arrendar é tudo uma questão de preço. Se o centro de Amesterdão não te convém por causa do preço, recomendo-te Amestelveen ou Osdorp. Amsterdam Zuid, ao pé da Universidade tb tem bons preços.
    Boa sorte!

  13. quem é esse "tuga" anónimo que por ser tão cobarde fez isso. deve pertencer à seita da ilha dos corruptos que vieram de muito baixo e que andam a roubar o país, bem á custa do sacrificio de pessoas dignas e de carácter.

  14. Boa Tarde 🙂

    Encontrei o seu blog e achei-o muito interessante. Vou par amesterdão em outubro, para poder arranjar trabalho.
    Sou formada em Gestão tendo realizado diversos cursos de especialização também noutras áreas.

    Vou morar para a zona dos museus – oud-zuid, o que para começar é muito bom.

    Gostaria de saber para além de me ter de registar na autarquia local e etc,… o que fazer para arranjar trabalho? tirar um curso de holandês?? quais as escolas e em que zonas?

    Obrigada,

    Ana

  15. Olá JoanaM
    Estive a consultar o site do Governo holandês onde são publicadas essas taxas.
    As que referiste não são apenas para quem tenha + de 65 anos?

  16. Boas Daniel,
    tou a pensar em ir para a Holanda no próximo mês, tenho muita experiencia na agricultura, visto que os meus pais possuem uma exploração leiteira, também possuo carta de trator. Tendo em conta estes factores achas que teria facilidade em arranjar trabalho nesta área ou noutra similar?

    Cumprimentos

    Eduardo Barbosa

  17. Olá eduardo. Não sei responder á tua questão. A indústria do leite aqui é bastante forte mas não conheço como funciona a estrutura ou como está o sector a reagir á crise em termos de recrutamento.

    Podes sempre ter a opinião de uma agência de recrutamento exclusivamente para a agricultura quando aqui chegares e medires logo o pulso ao mercado. Podes encontrar o contacto dessas agência no lado direito da seguinte página:

    http://www.agriholland.nl/vacaturebank/

    São os logos tipo agrojobs, frieslandcampina.

    tens aqui outra agência: http://www.horticruitment.nl/

    (Não tens de pagar nada. Aconselho-te a ligar sempre primeiro, apresentares-te e veres o que eles precisam que lhes envies).

    Podes também tentar encontrar trabalho sazonal ligado á indústria mas aí quase sempre por norma se trabalha com empresas de trabalho temporário. Não conheço nenhuma.

    Desculpa não poder dar=te uma melhor resposta. Da minha experiência aqui fora é que aqui só depende de ti até onde queres chegar e onde o teu talento te permite. Mas tem em mente que ou pode tudo correr muita bem logo de início como pode não ser um mar de rosas como a Sofia referiu.

    Um grande abraço e boa sorte!
    Daniel

  18. Obrigado Daniel, pela atenção, tenho viagem marcada para dia 19 de Novembro e fé que tudo vai correr bem com um bocado de sacrificio e trabalho.
    Mais uma vez obrigado

    Cumprimentos

    Eduardo Barbosa

  19. Olá a todos

    Estive a ler atentamente o texto do autor do blog e dos restantes intervenientes
    estou a penar aventurar-me noutro país, a Holanda é o que me vem à cabeça imediatamente,
    sou licenciada em pintura, vou aperfeiçoar o meu inglês e vou querer trabalhar que é coisa que muita gente não consegue aqui em Portugal. quero ser uma pessoa produtiva
    posso não arranjar dentro da área do meu curso mas nesta fase não é factor principal
    logo se vê

    obrigada pelo esclarecimento

    boa sorte a todos

  20. olá ,estou a pensar ir para a Holanda trabalhar ,sou serralheiro civil de aluminios , só que para a minha profissão não tenho visto nada de concreto , será que me podem indicar quem contactar ou como me informar melhor.

    obrigado

  21. Boas, para esse tipo de enpregos o melhor e' vir com uma empresa Portuguesa. Se for bom no que faz pode ganhar 50 euros 'a hora. Mas garanta que e' uma empresa conceituada.
    Se nao for assim e se nao tiver ca familia ou um bom amigo que o apoie nos primeiros tempos e seja da sua area, e' melhor escolher outro Pais. A Holanda e' cara, nao permite emigrantes que nao estejam ca registados a viver, nao lhes da trabalho… Ha paises mais simpaticos e mais faceis pra tentar a sua sorte que aqui. Desculpe a sinceridade, mas na minha humilde opiniao que vale o que vale, nao e' um Pais de oportunidades faceis pra quem nao fala holandes. Tudo de bom!
    Sofia

  22. Boas. Tenho oferta para trabalhar em IT, VMware em Haia. Ofereceram-me 58€. Já percebi que vou levar uma grande ripada nos impostos. Que acham do valor?

  23. Ola! Isto e' assim: depende do numero de anos de experiencia q tens. Se tiveres mais de 2,5 (ve no link q deixei no post pra outros blogs as regras do 30% rulling) anos de experiencia podes-te candidatar 'a tal regra dos 30% q te isenta de pagares impostos sobre 30% do teu ordenado por seres emigrante especializado. Isso significa que vais ganhar uns 4 mil e picos por mes depois de impostos. Nao te esquecas q tens q pagar a comissao 'a empresa umbrella que te vai contratar pra empresa holandesa q paga os tais 58 'a hora e que deves ver qto e' q essas empresas umbrellas te cobram (normalmente vai entre 5 a 15%, tens de negociar com elas) por mes. Contas feitas, deves ficar com 4 mil depois de tudo. O que e' mto bom. Depois de ca estares tb podes sempre concorrer pra outras empresas e ganhar mais 'a hora 🙂 Eu se fosse a ti aceitava, depende da tua situacao pessoal (mulher, filhos,etc).

  24. Ola, os meus parabéns pela informação postada no seu blog sobre a vida no país das túlipas. Tendo em conta a sua vivênca nesse país, pergunto-lhe :- "para quem vá trabalhar para a Holanda, com contrato (1200€/mês), alojamento garantido (180€/mês- inclui gastos de luz/aquec central/gás/tv/net) seguro saúde (99€) veículo da empresa para o local trabalho", sem cometer excessos gastos, tem boas possibilidades de fazer uma vida sossegada financeiramente/mês e quiçá, juntar algum. Tenho um familiar que lhe ofereceram estas condições- trabalho temporário- 30meses(ano e meio).
    Obrigado pela atenção
    Avelino Cerqueira

  25. Muito bom dia

    Descobri agora o blog e adorei, acho que tem muita informação pertinente.

    Estou a pensar em abalar de portugal e poisar em Amesterdão, e gostaria de vos perguntar se existe algum motor de busca especifico para procurar trabalhos para arquitetos.

    Obrigado

    Eduardo

  26. Olá Andorinha!

    Em primeiro lugar, PARABÉNS pelo site! Está super esclarecedor!
    Sou recepcionista num hotel 5* no Algarve, mas os salários são muito ingratos. Tive em Amesterdão em Janeiro para avaliar a qualidade de vida e amei. Contudo não tive de a oportunidade de explorar um pouco mais a minha área. Haverá boas oportunidades?

    Obrigado pela atenção.
    Aguardo resposta

    Nuno

  27. Ola Nuno, honestamente nao faco ideia. Tenho amigos que vieram pra ca e que trabalham como recepcionistas, mas nao ganham nenhuma fortuna. O melhor é veres no Monsterboard.nl o que consegues arranjar.
    Boa sorte, pode ser que mais alguém saiba e comente. O Daniel, por exemplo 🙂
    Beijinhos
    Sofia

  28. Olá Andorinha!

    Em primeiro lugar, PARABÉNS pelo site! Está super esclarecedor!
    Sou recepcionista num hotel 5* no Algarve, mas os salários são muito ingratos. Tive em Amesterdão em Janeiro para avaliar a qualidade de vida e amei. Contudo não tive de a oportunidade de explorar um pouco mais a minha área. Haverá boas oportunidades?

    Obrigado pela atenção.
    Aguardo resposta

    Nuno

  29. Olá João, 60 K pra 5 anos de experiência é mto bem pago. Normalmente só se ganha os 60K a partir dos 8 anos de experiência.
    Se ganhares 60 K ao ano e tiveres a regra dos 30% (vê nos links a 30% rulling), ficas a ganhar 4000 euros limpos por mês.
    A Booking é uma óptima empresa, tenho lá vários amigos e estão todos muito satisfeitos. Boa sorte!

  30. Para quem gosta de redes sociais e quer ganhar uns € extra inscrevam-se na Tsu! É só por convite! Deixo aqui o link para os interessados:
    https://www.tsu.co/Samgom

    Nota: A linguagem principal do site é o inglês mas existem bastantes utilizadores cuja língua base é o português (essencialmente do Brasil e Portugal)

  31. sou maria de Fátima , sou reformada professora e gostava imenso de viver em Amsterdão ,sou sozinha a minha reforma é de 1500 euros , acham , que é possível, viver ai, alugar uma casa , pequena , ter seguro de saúde , o meu obrigada

    ps por favor , indicavam me , organismos , que tratam do aluguer de uma casa , como tratar do seguro de saúde

Deixar uma resposta