Como tomar conta de um cão – notas para principiantes / How to take care of a dog for beginners

Não é um manual para tótós, mas é um manual com links úteis e contactos que me costumam pedir aqueles que, tal como eu, nunca tinham sido os orgulhosos donos de um focinho meiguinho e traquinas. Vou fazê-lo para Portugal e para a Holanda. Quem quiser deixar links úteis para outros países, pode fazê-lo na caixa de comentários se desejar.

1) Comida

Regra – O cão deve comer duas vezes ao dia, uma de manhã e outra ao fim do dia (por volta da nossa hora de jantar). A comida não deve estar constantemente disponível. Isso vai ajudar a controlar as horas de ida à rua e passeio.
Truque – Como truque para os fazer comer a horas certas, lanço mão duma salsicha cortada em pedacinhos muito pequenos, que misturo na comida. Enquanto comem a salsicha, comem o resto também. Também podem usar frango cozido desfiado em vez da salsicha.
Marcas – não é porque o cão é rafeiro, que a comida tem que ser rafeira. Tudo depende das possibilidades financeiras do dono, mas quanto mais qualidade tiver a comida, melhor é a saúde do animal, menos visitas ao veterinário, mais bonito é o pêlo, e menor é a quantidade de vezes que vão à casa de banho fazer cócó. As duas melhores marcas de comida para cães são sem dúvida a Hills e a Proplan. Como descobri que o frango tem propriedades laxantes para os meus cães, compro-lhes de salmão, que eles adoram por sinal, e que é muito boa para os animais que têm alergias.
Links para lojas online – Estas lojas online não me patrocinam (quem me dera) e garantem bons preços, muito melhores que em qualquer loja de animais, e entregam em casa, e pelo País.

2) Água

Regra – Os animais deve ter sempre água disponível. A comida pode não estar disponível, mas água é impossível.
Truque – eu comprei dois dispensadores de água que levam até 3 litros de água cada, e tenho um junto à zona de alimentação na cozinha, e outro no escritório onde costumam estar. Assim não tenho que estar sempre a pensar se têm água ou correr o risco de ter os bichos desidratados e a lamber poças de água nojentas na rua.
Marcas – qualquer uma serve. Tem é de ser uma coisa deste género:

Links para lojas online – eu comprei os meus no Corte Inglês, mas podem comprar na Tienda Animal e na My Petshop, ou na Amazon, como preferirem, não sei qual é que tem o melhor preço.  Na Holanda, a Beautyfull Pets também tem.

3) Biscoitos de treino

Regra – os donos dos cães devem receber o treino quando os animais têm entre 3 e 6 meses de idade. Se recolheram um animal abandonado (bem-hajam!), podem sempre recorrer a treinadores para vos ajudar em qualquer idade do animal, mas devem procurar um treinador mais experiente.
Truque – os melhores biscoitos de treino são aqueles de coração de cavalo seco, ou de fígado de coelho seco, mas são horrorosamente caros, por isso a minha treinadora deu-me uma solução que nunca falha: Frolic cortado aos bocadinhos. Uma saca de 4 kilos custa aproximadamente 12 euros, e dura meses, e serve também para colocar nos kong quando saio de casa e quero que se acalmem. O Frolic é comida de cão, mas como comida não presta. Já como biscoito de treino, é a oitava maravilha do mundo.
Marca Frolic
Links para lojas online – consoante o País:

  • Portugal – pode-se comprar nos supermercados Froiz, ou no Tienda Animal (neste site compensa comprar 2 sacos de 4 kilos por 11,20€ cada, é bem mais barato que os 4 euros por kilo.
  • Holanda – pode-se comprar em qualquer Albert Heijn, e custa 4 euros e pico uma saca de kilo e meio. Sim, leram bem, é mais barato na Holanda que em Portugal.

4) Brinquedos que evitam que roam o que é do alheio

Regra – os cães devem ter algo que os deixe libertar a tensão que se gera com a separação do dono, de cada vez que saímos de casa, para evitar que tenhamos visões da terceira guerra mundial no nosso regresso a casa. Há os chamados brinquedos para animais, que lhes permitem descarregar essa tensão, e que são feitos de um material especial para que eles possam roer sem se magoarem ou irem aumentar a conta do veterinário, ou até morrerem. Os nossos vizinhos também agradecem (e muito) que os deixemos entretidos já que assim não choram nem ladram junto à porta.
Truque – Os biscoitos próprios para estes brinquedos custam uma pequena fortuna, não há quem consiga suportar tal coisa financeiramente, mas podem rechear os brinquedos com Frolic e manteiga de amendoim (há no LIDL e no ALDI por preços muito simpáticos, e os cães podem comer à vontade, o único senão é que engorda-os). Recheie pois os brinquedos, e deixe-os no congelador para os poder entregar sempre que sair de casa, sem terem de estar a preparar tudo à última da hora, encurta o nosso tempo de saída. Estes só devem ser entregues pela última pessoa a sair de casa, e ao mesmo tempo que se lho entrega diz-se: tu ficas.
Marcas – sou fã incondicionalmente da KONG. Dura anos, é super segura para eles, está feita com material comprovadíssimo e mega resistente. No Corte Inglês também há outras marcas mas honestamente não me lembro do nome.
Links para lojas online – eu costumo comprar na Amazon, mas na Tienda Animal e na My Petshop também já há. Como este produto se vende mesmo muito bem, não costuma haver promoções do mesmo, passei a comprar na loja online mais barata, que é claramente a Tienda Animal e deixei de mandar vir da Amazon. Na Holanda, podem comprar em lojas de animais ou mandar vir da Amazon.

4) Coleiras e trelas

Regra – os animais só devem andar soltos em sítios onde não haja carros a passar, e andar com eles sem trela na cidade é péssima ideia. O cão do meu Pai foi atropelado há um mês atrás porque a pessoa que conduzia o carro estacionou em cima do passeio, e passou-lhe a roda por cima. O bicho teve muita sorte e só partiu a pata da frente, mas se tivesse morrido, o tamanho do desgosto era incomensurável. Há trelas extensíveis, trelas de treino, coleiras normais (nunca usem coleiras com picos por dentro, é cruel), e coleiras de peito.
Truque – as coleiras de peito são óptimas para os aprendermos a controlar em situações de stress, e são de longe, as melhores para o pescoço e coluna deles. São também as que se devem usar quando os transportamos de carro. Todas as coleiras que os meus cães usam, têm um fecho de metal porque senão o Bitoque roi as coleiras do pescoço à mãe e à mana, e eu não ganho pra coleiras.
Marcas – Eu compro as coleiras em lojas de animais normais, até porque como são 3, e todos têm tamanhos diferentes, tem mesmo de ser presencialmente. Mas ando a namorar as de peito da Dogwish, uma marca Portuguesa que tem coleiras e trelas espectaculares, mesmo giras.
Links para lojas online – Há imensas páginas de facebook com coleiras muito originais, como esta, a Dogwish, e outras por aí espalhadas, é só escolher. As trelas de treino comprei na Beautyfull Pets, mas podem comprar em qualquer loja de animais.

5) Banhos e Tosquias

Regra – há veterinários que não recomendam o banho assíduo, mas uma vez por mês não lhes faz mal nenhum, e evita que a nossa casa fique um nojo ou cheire intensamente a cão. Os meus tomam banho de 15 em 15 dias, uma vez por mês em casa, e outra vez na loja de banhos e tosquias. Mando-os cortar o pêlo mais ou menos de 3 em 3 meses, mas nunca os tosquio completamente como fazem muito aqui em Portugal, porque os cães ficam feios e tristes.

Truque – compro os champôos e amaciador na Beautyfull Pets na Holanda, porque é um distribuidor, e um litro de champôo nesta loja online, custa tanto com 250 ml de champôo aqui em Portugal numa loja de animais.
Marcas – se tiverem cães de pêlo comprido, usem um bom champôo e um bom amaciador, o amaciador então é fundamental, senão o bicho fica com o pêlo tipo palhadaço todo cheio de rastas, e isso dói-lhes. Champôo uso o Anju Beauté, e amaciador uso o All Systems.
Moradas e contactos de Lojas de Banhos e Tosquias – Eu gosto muito da Ana Siopa para dar uma banhoca mensal aos artistas, e gosto muito de lhes cortar o pêlo na Cola Loca no Corte Inglês aqui em Lisboa. Como estas senhoras são espectaculares, fazem-me um desconto familiar, e sai-me um bocadinho mais barato, mas o banho na Ana deve rondar os 11 ou 12€ e o corte de cabelo na Cola Loca, custa 35€.
Também ouvi falar muito bem da Cão Vira Gato, e em Braga recomendo a NortDog tanto pra banhos como para tosquias.
Na Holanda – recomendo vivamente a moça que trabalha neste canil em Amesterdão, e que faz o grooming lá, e banho também. É realmente boa, muito melhor que qualquer outra que eu tenha usado. Não se esqueçam que é preciso marcar com bastante antecedência, os Holandeses não fazem nada em cima da hora. O preço era de 45€, não sei se subiu, mas eram muito bem empregues.

6) Treinadores

É fundamental arranjarem um treinador, não para o vosso cão, mas para vocês. Evita muitas muitas chatices, ajuda a socializar o animal, e garante que ele é aceite socialmente em qualquer lado, que o podem até levar a casa de amigos, e passearem o bichinho em vez dele vos passear a vocês. Também ajuda e muito, a que não o percam por aí, porque vos ensinam a chamar o vosso cão e a ele vir ter convosco sempre. Sempre. E o treino, tal como disse, é pra vocês, são vocês que vão aprender a como fazer com que o bicho não ladre em casa quando fica sozinho, a sentar-se e a deitar-se sem gritos, bastam gestos, a que ele não coma porcarias que não deve do chão, que ande ao vosso lado na rua sem provocar acidentes como atirar com a vossa mãe, tia, avó, ou filho ao chão. Enfim, é tão fundamental, que só não o treina quem não gosta de viver e conviver com animais. Por muito fácil que o vosso cão seja, por muito pequeno que o cão seja, a convivência em sociedade é apreendida, e não se aprende sozinha. Como nem toda a gente tem possibilidades financeiras para contratar um treinador, vou deixar um link para um programa de youtube gratuito com o qual podem aprender.
Treinei os meus cães na Holanda, e porque não ouvi o que as pessoas me disseram, só os treinei com um ano, e durante esse ano a minha vida foi um inferno. Jamais desisti dos meus animais, mas cheguei a chorar de desespero. Não façam o mesmo, não sei se todos vocês têm a mesma capacidade de se aguentar, como eu me aguentei.

Treinadores:

Em Portugal

  • Niki Ladra
  • NortDog
  • Dogs Training Concept
  • No Stress Canino
  • Esta lista pode ser ampliada caso tenham experimentado algum treinador que queiram mesmo muito recomendar. Não é de todo extensiva ou representa a minha experiência com estas empresas (excepto a NortDog que foi onde o meu Pai treinou o cão dele)

Na Holanda

Recomendo, por experiência própria, a escola e treinadores do Olivier: Honde school de Gabber, a escola fica ao pé do Westerpark, e eles são uma simpatia.

No youtube, em Inglês, grátis, o canal da Kikopup é muito bom, aprendi bastante com a senhora.

7) Seguros de saúde

Em Portugal não há nenhum seguro de saúde de animais que cubra despesas de veterinário normais, só existem para o caso de termos animais considerados perigosos, e eles atacarem alguém. Não vale o dinheiro, por isso não tenho nenhum.
Na Holanda, a terra dos seguros para tudo, existem vários seguro de saúde, que cobrem despesas de veterinário tal como os nossos seguros de saúde. As empresas que usei na altura foram: Petplan e a Proteq. Escolham a que tiver melhores preços vs cobertura, o veterinário na Holanda é muito caro.

Por fim, last but not the least, o uso de chip e licença é obrigatório para todos os cães e a sua não utilização é susceptível de coimas, por isso por favor peçam ao veterinário para por um chip no cão, e façam-lhe uma licença na Junta de Freguesia a que pertencem. Os meus também têm passaporte para poderem viajar, que é obrigatório, assim como as vacinas todas em dia.

Aprendam a amar os vossos animais prolongando-lhes a vida com estes pequenos quês, podem ter a certeza que eles vos retribuirão em quíntuplo, muito mais do que algum dia esperaram, muito mais que qualquer ser humano um dia o fará. Acima de tudo, vão conseguir prolongar o número de dias que eles vos farão felizes.

6 comments:

  1. Então, os meus quinhentos paus sobre o tema…

    1 – Ter um cão é a melhor coisa do mundo. Tenham! 🙂

    2 – Há uma série de coisas que é preciso saber antes de ter um cão. Estas são várias delas. Mas sobre tudo saibam que, a vossa vida vai mudar bastante, para melhor; deixa de haver "este sábado vou dormir até ao meio-dia" (pelo menos enquanto eles são bebés, que é o caso da minha); se tiverem um cão bebé preparem-se para alguns meses de esfregona não mão todos os dias;

    3 – Comprar-lhes comida de qualidade compensa (mesmo!);

    4 – Sim, um dia vão conseguir passeá-los sem ser aos ZZ's pela rua;

    E agora não me lembro de nada, mas há, de certeza.

    P.S. – Só começámos a deixar a Ema sozinha com a sala aberta há uma semana atrás. Corre tudo bem, sendo que não deixamos quase nada ao alcance dela, o que é fácil, porque ela é uma Teckel Mini, mas para quem tiver problemas com cães a roer móveis diz quem sabe que passar pimenta ou piri-piri nas madeiras resolve o problema rapidamente. Nós estamos cerca de 10 horas por dia fora de casa, mas quando saímos deixamos-lhe um Kong recheado com biscoitos e pasta (que fica no frigorífico de um dia para o outro para a pasta solidificar e demorar mais a gastar-se) e um ossinho de pele de vaca. Ela fica super entretida 🙂

  2. Muito fixe, e digo já que o bebedouro está a ser um big success (obrigada pelo presente) e o kong também, hoje até consegui tomar banho sem ele estar a chorar à porta. 😛

  3. Só me recordo de uma coisa que para mim é essencial: chapinha com contacto do dono na coleira. Eu sei que o chip é suposto substitui-la mas na verdade… não. Dois exemplos, a cadela da minha mãe perdeu-se e um senhor que a viu ligou-lhe e resolveu-se o problema logo. A minha tem 2 chips porque o primeiro, de que nem eu nem o vet que primeiro a viu tínhamos conhecimenyo, nao foi detectada na altura em que lhe colocámos o segundo. O problema é que o primdiro chip é um beco sem saída, não tem dados, até porque não posso ter dois registos para o mesmo cão.

Responder a cafesnopateo Cancelar resposta