Disparar sem sentido ou orientação é tão Português que nem entendo como é que já fomos caçadores.

O Português sofre de vários problemas crónicos, a saber:

1) Treinadores de bancada qualificados;
2) Críticos mordazes pelas costas nunca pela frente;
3) Falta de capacidade de síntese; (nesta assumo-me muito Tuga)
4) Falta de direccionamento e orientação.
5) Gente deprimida e com tendência ao queixume crónico.

A Coca-cola fez uma publicidade que não pretende ser enganosa, política ou mistificadora. É uma empresa que todos os anos publicita mensagens de esperança e de alegria, são os criadores do Pai Natal que vocês colocam pendurados nas janelas (ó minhas bestas!) e que tanto usam para explicar às criancinhas que não há menino Jesus, nem Pai e Mãe a quem pedinchar prendas.
A Coca-cola e os agentes publicitários que fizeram este spot são senhores bem dispostos e que acreditam que há que haver esperança nem que seja um dia por ano, no mínimo no dia que eles criaram há uns bons anos atrás.

Porque raio é que foram inventar a resposta à publicidade da Coca-cola, ó gente deprimida?! Acham mesmo que é assim que vamos mudar alguma coisa em Portugal? Acham realmente que é assim que o Governo, as Troikas e a Banca e todos os sacanas deste mundo, vos vão ouvir? Seriously? Wake up and smell the coffee minha gente. Façam-se ouvir da forma certa, não é através de argumentos destes.
Tou farta de gente deprimida!

26 comments:

  1. Ai Andorinha, é isso mesmo!
    Fiquei tão triste quando vi as resposta ao anúncio da Coca-cola. Não consigo perceber este gostar de falar mal, de ser sempre do contra, de achar sempre que os outros são maus e beras. Fala-se de esperança mas infelizmente o povo Português prefere ser o coitadinho a ter esperança.
    A mesquinhez enoja-me.
    beijos

  2. Patrícia, é o complexo de Kalimero! 🙂

    Izzie, não seja assim que lhe fica mal menina! Sabes que há gente que nem pra cima nem pra baixo, ou melhor, só pra baixo, e nalgum momento têm que saber que há coisas boas no mundo, principalmente a parte das pessoas que dão de si. Além disso parolo ou não eu gosto muito da música, e alguém tem que enaltecer o clima Português, carago!!

  3. Deprimida, frustada, amarga e revoltada. Dizes isso como se fosse um defeito. 😀

    Ainda ninguém me respondeu: quem verifica os númbaros que eles apresentam? Pá, eu só animo se os númbaros estão certos. Não vale a pena tapar o sol com uma peneira.

    (por cada copo de veneno, há mil autefites em saldo, em tamanho piqueno!)

  4. Izzie Maria, tu andas a precisar de tomar umas pastilhas à maneira carago!
    Os númbaros são da treta, a mensagem é light, mas importa! Tu sabes lá o que é ter um dia de sol pra cada 5 de chuva!

  5. Olha Izzie, eu tou com a Andorinha e quero lá saber dos números. É um anúncio, não uma estatística do INE. E todos sabemos quão fácil é utilizar apenas os números que interessam para dar o resultado certo.
    Ah e dou-te um número errado. Eu sou dadora de sangue e não deixo de pagar taxas moderadoras (nunca me lembro de sacar do cartão) e não o faço para ser isenta de taxas. E sinceramente deprimente que alguém acredite que outra pessoa dá sangue para ter descontos, acho que isso revala mais de quem tem issa opinião do que de quem dá sangue.
    Vá não te irrites com isto que não vale a pena.

  6. Ei, eu não sou má, sou só uma sardanisca rezingona. Embirrei com o anúncio, tal como embirrei com aquele da calzedonia supé fofinho, apeteceu-me ir lá devolver as meias todas. Espírito de contradição, já dizia mamãe.

  7. Aliás, o raio do anúncio já data do início do ano. só quando começou a passar na televisão portuguesa, numa altura mesmo boa, é que todo o mundo decidiu olhar verdadeiramente para ele. E sim, já cansa tanta depressão, tanta complicação e tanta falta de agradecimento e graciosidade para com aqueles que são diferentes, inovadores e esperançosos. Era partir-lhes a boquinha! LOL Qualquer dia estão a processar a coca-cola por ter idealizado o natal LOL

  8. Ainda não tinha visto o anúncio e acho bem triste que haja resposta a uma coisa que pretende levantar a moral da malta… Parece que a moda das respostas ao que quer que seja pegou. Esqueceste-te de 2 características tugas bem tristes: Inveja e mesquinhez 🙁

  9. Andorinha, o anúncio nao passa disso mesmo, um anuncio com tudo o que lhe está subjacente. Usar isso como medida de motivaçao para muita gente neste momento é no mínimo ridículo.

    Respeito a Coca cola pelos brilhantes anúncios que faz, detesto gente que sço vê problemas em tudo mas há que ser realista e eu nisso sou prático.

  10. É pá, já me "chateie" à brava por causa do raio do anúncio. A mensagem tá brutal. Eu gosto. É de esperança, de olhar em volta e ver as coisas boas que o nosso país tem. E Portugal tem tantas coisas boas!

    Acho que agora que estou fora do país é que percebo bem isso e a falta que algumas das coisas "pequenas" que passam no anúncio me fazem.

    Se calhar a solução será mesmo emigrar e ficar sem aquilo que temos como certo durante alguns tempos para dar valor às tais coisas pequenas…

    Enfim, somos Portugueses e o pessimismo está-nos no sangue.

    Bj Andorinha

  11. Devo ser muito burra, mas não percebo como é que entretanto se chegou ao argumento da inveja. Não gosto do anúncio, gostei da resposta, ergo sou invejosa e mesquinha? Do quê e porquê, exactamente? Tenho inveja de quem bebe cola-cola e fica feliz? Hum?

    Canudo, isto é SÓ um anúncio. Para vender uma bebida que nem mata a sede, feita por uma multinacional poderosíssima. Se a Coca Cola quiser que eu me sinta melhor, abra uma fábrica em Portugal e dê empregos a portugueses. Era um bom começo. Agora com chavões dignos de cartõezinhos, e com o fito de vender mais, plize.

    Mas sim, a pub está bem feita, dado que teve tão boa recepção. Só tenho pena de detestar pepsi, porque com ou sem anúncio vou continuar a consumir cola zero. Moderadamente, claro.

  12. Izzie,
    Só para te animar… a Coca Cola TEM uma fábrica em Portugal… fica em Palmela. Pronto, já podes continuar a beber a Coca-Cola Zero em 2012 sem «porblemas» de consciência e a pensar que o fazes por serviço público. Sempre às ordens!! Bjs

  13. pronto, estou mais descansada 😀 sabes, eu sou panfletária até nas bubidas que ingiro, até as minhas pataniscas com arroz de feijão têm se vir com o selo de produção nacional.

    Agora alguém insinuar que não gosto do anúncio por inveja ou mesquinhez, doeu 🙁 no dia em que não puder embirrar com alguma coisa só porque sim, emigro mesmo.

  14. Izzie,
    Eu sei que não gostas do anúncio não por mesquinhez ou inveja… Tens é um bocadinho… como dizer…. assim… um bocadito de mau feitio!! ;-P
    Embirrações de estimação é cá comigo…. tenho poucas mas acarinho-as com todo o amor!
    Gozos à parte, confesso que gostei do anúncio da Calzedonia e do da Coca Cola também. Sou uma mole e eterna optimista, que fazer?! Mas concordo com todos os teus argumentos e razões. Prefiro é ignorá-los enquanto assobio para o lado e manter a esperança acesa.
    (e nem de propósito, a palavra de verificação é angst!!! Perfect)

  15. Não as características bem tugas não são a inveja e a mesquinhez são a falta de auto estima e o masoquismo. Mas também se não disséssemos mal de nós próprios e não nos achássemos donos de todos os defeitos do mundo não éramos Tugas.
    "Uma mentira mil vezes repetida torna-se verdade."

  16. Bem, o que praqui vai, uma gaja já nao pode ir de férias 3 dias! 😉

    Hysteria, eu cá sou emigra, só vejo qdo o rei faz anos 🙂

    Jasmim, nao acho que a inveja e a mesquinhez sejam aplicáveis aqui. No entanto é realmente algo que caracteriza mto tuga. Felizmente depois há os outros! 🙂

    Jibóia, não menosprezes a motivação climática que os gajos passam! Very important!

    Onisa, as minhas fúrias duram umas horas, depois voam. Os ditados populares sobejam em ditos associados a só sentirmos falta do que já nao temos. É tão Português 🙂
    Beijinhos, e bom regresso!

    Izzie, a Tuxa já tomou conta de ti, num te vou responder às tuas embirrações festivas 😀 Obrigada pelo anúncio da Calzedónia.

    Anónimo, eu não acho que sejamos masoquistas, mas acho que o Tuga adora uma boa oportunidade pra se fazer de vítima. Os Portugueses desvalorizam-se porque aprenderam que isso era humildade. Sempre gostava de saber quem foram os professores desta malta!

Deixar uma resposta