Dinâmica Mãe e Filha há 36 anos

Mãe – Sofia, o que queres de prenda de Natal?
Sofia – Quero uma coisa que vi no outro dia na net que é um cabo pro telemóvel que é assim uma espécie de armação que dá pra por o telemóvel enquanto estou a cozinhar e ainda é à prova dos dentes dos cães (isto)
Mãe – Não sei comprar dessas coisas!
Sofia – Pronto, então dá-me um robe quentinho.
Mãe – Já te dei um a ti e outro ao teu irmão e da Benetton!
Sofia – Isso foi há quanto anos?
Mãe – Aiiii, ainda há bem pouco tempo!!!
Sofia – De cor é que eram? Azul? Laranja?
Mãe – Não me lembro….
Sofia – Se calhar porque os compraste muito grandes e tivemos que os ir trocar, lembras-te?
Mãe – Então é um robe que queres?
Sofia – Sim. Pode ser dos Pinto’s ou da feira, não faz mal, quero é que seja quentinho e do meu tamanho.
Mãe – Tá bem.

Quanto é que querem apostar que quando for a abrir a prenda de Natal vai lá estar uma camisola, ou outra coisa qualquer, tudo o que a ela lhe passe pela cabeça…menos o robe!
Nada como ser do contra. Pra próxima tenho que lhe dizer: dá-me tudo menos um robe!!! Limpinho que recebo um!

Sofia, a remar contra a maré maternal há 36 anos.

8 comments:

  1. Mãe, do latim – aquela pessoa que nos tira do sério e de quem mesmo assim nós gostamos.
    (a minha costuma dar-me o dinheiro para eu comprar o que quiser porque ela nunca acerta e depois eu não uso. mentira, ela uma vez acertou na prenda, porque fui eu que a comprei, embrulhei e coloquei no meu sapatinho. tinha 16 anos, perdoa-me a estupidez.)

  2. Tomara eu que a minha fizesse isso. No ano passado deu-me um vestido q é feio todos os dias, mas deu-me um xaile laranja que vai por cima e disfarça. Não foi mau.
    O meu Pai deu-me um livro como I'll faut!
    Ele acerta sempre, ela nunca.
    Devia ser eu a comprar e a por no sapato :)) é uma óptima ideia!

Deixar uma resposta