Coisas que compro em Português – Oma upcycling

Esta foto foi tirada do site da Oma porque não tive tempo de o fazer pessoalmente na feira.
Esta foto foi tirada do site da Oma porque não tive tempo de o fazer pessoalmente na feira.

A primeira chamada de atenção foi a palavra Oma, que quer dizer Avó em Neerlandês, e que é talvez a minha palavra favorita da língua de trapos.

A segunda foi a luz que vinha destas caixas e que me fez sentir quentinha por dentro, da mesma forma que me sinto quando estou em frente a uma lareira.

A terceira foi quando percebi que os desenhos eram desenhos de croché, e a Maria Boavida me explicou que eram os padrões de croché da Avó dela.

Eu gostei mesmo muito destes candeeiros, e não me saem da cabeça, e não são nada caros, a sério, andavam entre os 30 e os 80 euros, se não erro… ainda não sei onde é que vou pôr este candeeiro, mas eu tenho que ter um destes em casa. Not kidding.

Conheci-os no Mercado de Natal do Campo Pequeno, 10 minutos antes do mercado encerrar, e com zero euros no bolso, enquanto abria a boca de espanto com as coisas que por lá encontrei e me auto-flagelava por não ter lá ido antes. De certeza que tinha trazido um candeeiro.

Podem ver mais fotos do trabalho da Maria no site www.oma-oma.com ou na página dela do facebook Oma Upcycling.

PS: Este post não é patrocinado, nem tem qualquer intenção comercial. Tudo o que aqui está escrito é da minha autoria e dedica-se exclusivamente a contribuir para a divulgação do design Português.

Deixar uma resposta