E o que chove nesta terra?

Hoje o tempo piorou à séria, mas ainda conseguimos aproveitar a manhã pra ir até Ginetes ver a piscina natural que se forma no mar. A cor da água cristalina é indiscritivelmente azul clara. De lá fomos tentar ver a Lagoa das 7 cidades pela terceira vez, já que na segunda e na terça não se via um palmo à frente do nariz. Tivemos um bocadinho mais de sorte, pelo menos sempre vimos mais qualquer coisinha, mas nada de especial. Lá vamos nós ter que lá voltar novamente!
De lá fomos até aos Mosteiros ver as pedras vulcânicas erigidas no mar há 500 anos pela natureza. E depois … Depois caiu um tromba de água e um temporal tão grande que tivemos que ir almoçar a um tasco e voltar pra casa!
Mas depois de jantar fomos ver a Adriana Calcanhoto e gozamos do privilégio que é ouvir aquela voz com novas músicas e novas letras. Dêem uma vista d’olhos ao último álbum dela que tem uns poemas fantásticos.
À vinda pra casa ainda vimos um niquinho do rally, estava tudo histérico. Como não sou fã de “ajuntamentos” bazamos. Mas amanhã se não chover (duvido muito!) vamos com uns amigos ver o rally de perto num local qualquer atrás do sol posto. A parte mais fixe é que depois vamos malhar uns pregos no pão que dizem ser os melhores da ilha e comer é cá comigo! Gostava de descer a Lagoa do Fogo, mas enquanto houver rally tou lixada. Não falemos da chuva, nãooooo é?

6 comments:

  1. Ai filha, 4 estações do ano num dia como em Amesterdão mas com uma humidade ainda maior, a roupa cola-se ao corpo, mas as praias e a natureza dão 10 a zero à Holanda, sem dúvida! Beijinhos!

Deixar uma resposta